Pesquisa personalizada

sábado, 19 de dezembro de 2009

Parque Rocha Moutonnée - Salto/SP

Sábado, 18, fui levar minha noiva ao aeroporto Viracopos em Campinas pela manhã. Na volta, passando por Salto, vi uma placa indicando o Parque Rocha Moutonnée.

Curioso e com tempo, desviei do meu caminho um pouco e fui conhcer o tal parque. Não havia ninguém, achei até que estivesse fechado, talvez abandonado.

Varrendo as folhas caídas, estava um senhor magrinho com a calça presa acima da cintura. Parei o carro, desci e fui conversar com ele. Comecei perguntado sobre o parque, depois fui ler o mural explicativo e finalmente começei a puxar um "dedinho de prosa" com o senhorzinho.

Sr. Luis é o nome dele, 76 anos, veio do Paraná e está cuidando do parque sozinho há 19 anos. Pegou sua "vassoura" que na verdade era um rastelo e fez questão de me mostrar todo o parque. Fui conversando pelo caminho com esse caipira simpático enquanto ele apanhava os galhos secos caídos.

Demorei uns 40 minutos desviando meu caminho de volta pra casa, porém, muita coisa descobri e ainda conheci uma pessoa muito especial.


Dados sobre o Parque:


A Rocha Moutonnée é um granito róseo de idade estimada, cientificamente, em 500 milhões de anos. O nome Moutonnée é internacionalmente atribuído ao tipo de rocha que possui formato arredondado, lembrando um carneiro deitado (mouton no francês, significa carneiro; moutonnée: acarneirada). As arranhaduras e estrias, produzidas durante a glaciação na era paleozóica (há 270 milhões de anos), são visíveis em sua superfície, comprovando este fenômeno da natureza e preservando seu valor geo-histórico. O Parque Rocha Moutonnée, com 43.338 metros quadrados de área, é o primeiro parque ecológico e geo-histórico do continente, e conta com completa estrutura para o estudo e para o lazer. Foi tombado em 1990 pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico e Artístico do Estado de São Paulo).
Fonte: Prefeitura de Salto/SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

cultura_R