Pesquisa personalizada

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Cenas do Brasil

Resgatar acontecimentos das entrelinhas da história brasileira, eis o objetivo de Cenas do Brasil. Não é uma continuação do post as Imagens mais vistas do Brasil, pois muitas das fotografias aqui publicadas foram vistas com raridade ou nunca e os fatos referenciais que estiveram no plano de fundo dos acontecimentos praticamente não são conhecidos.

Portanto, considero esta série de muita relevância para todos os que queiram olhar através da cortina da história, uma linha do tempo com fatos que movimentaram o cotidiano brasileiro.

Texto e imagens: Imagens & Letras

Rara e interessante cena. Os três irmãos: d. Antônio, d. Pedro e d. Luíz, filhos da Princesa Isabel e Conde D´eu, num triciclo pouco antes do exílio de d. Luíz com o golpe de 1889.


Um escândalo em 1911, uma mulher vestia a última novidade de París, um jupe-culotte (saia-calça) e caminhava pelas ruas. A roupa ajustava-se ao corpo realçando as curvas femininas. Foi vaiada, agarrada e quase despida em público.


A cidade de são Paulo bombardeada em 1924 durante a revolta dos tenentes. 15000 soldados e artilharia pesada sobre a cidade fizeram 500 mortos e aproximadamente 5000 feridos e o êxodo de parte da população.


Aproximadamente 25 000 pessoas estiveram na recepção ao Graf Zeppelin no Rio de Janeiro em 26 de Maio de 1930. Dava-se o início ao tráfego aéreo entre Europa e America latina e o estabelecimento de uma linha postal. A maior parte da carga do Zeppelin era de malas postais.


Ari Barroso ao ser proibido de entrar no são Januario (estádio do Vasco) porque havia criticado a diretoria do time e de posse de um binóculo transmite de um telhado próximo o jogo Vasco e Fluminense. Isto na década de 1930 quando Ari Barroso era locutor da Rádio Tupi.


Cartazes de convocação militar em Agosto de 1939, o Brasil chama seus reservistas. Mesmo com a guerra o país ainda não sabia de que lado estava.


Carros equipados com gasogênio em 1943 no Rio de Janeiro, alternativa durante a escassez de combustível provocada pela guerra.


Os estudantes brasileiros já foram mais ativos politicamente. Desde muito cedo eles estiveram presentes em protestos e greves. Aqui um piquete de estudantes em maio de 1956 contra o aumento das tarifas de bonde no rio de Janeiro.


Garrincha ampara Pelé no choro após o quinto gol contra a Suécia na final da copa de 1958. Era a primeira vez que um país ganhava uma copa fora do seu continente. O Brasil fez 5 a 2.


Manteiga distribuída pela Aliança para o Progresso nos anos 1960 fruto de parcerias assistencialistas com os Estados Unidos e muito combatida pela esquerda brasileira. A esquerda, que endeusava Fidel Castro, tornou célebre palavras como Imperialismo e burguesia, indispensáveis na atualidade, por exemplo, ao vocabulário de Hugo Chaves e seus seguidores.


Beto Rockfeller apareceu já no final dos anos 1960 (68/69), no meio dos dramalhões da época era uma proposta de novela revolucionária, pois trazia como protagonista um pé rapado que com sua capacidade de enganar as pessoas queria subir na vida sem esforço. Foi dirigida por Lima Duarte e teve 300 capítulos.


O nascimento da famosa Cidade de Deus, que foi criada para abrigar os favelados removidos da zona sul do Rio de Janeiro e os flagelados da enchente de 1966.


No início de 1974, 182 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas no incêndio mais famoso do Brasil. O Joelma marcou a era dos grandes edifícios de São Paulo e com eles a negligência com a segurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

cultura_R